29 setembro, 2012

Se Lisboa sofresse um terramoto? (Anedota)


enrabado governo impostos crise
Na aula de Ciências Sociais o professor recordava que no ano de 1755 um terramoto arrasou grande parte de Lisboa, mas felizmente havia um político (nesse tempo não havia partidos) que enterrou os mortos, cuidou dos vivos e reconstruiu os estragos e que a zona mais bela da cidade é desse tempo.
Convidou os alunos a dissertarem sobre o que fariam (actualmente há vários partidos) os diversos políticos.
Diz lá José... 
«Pelo que podemos concluir da analise do passado recente, e como já é habitual... um criava uma comissão de inquérito, metia lá os amigos e fundava um grupo de trabalho para os familiares.
Outro saqueava os mortos e os vivos que não conseguissem fugir.
O terceiro nacionalizava os destroços para os capangas pilharem.
O quarto aumentava os impostos para a reconstrução e entregava as obras aos correligionários.
O quinto ficava do lado dos vivos a tentar ficar com as sobras.
Entretanto faziam-se grupos para dizerem mal uns dos outros quando estivessem fora da gama.
Quem diz gama diz gamanço.»
O professor ficou silenciosos, os restantes alunos fizeram uma manifestação de protesto e ficou tudo na mesma.
A aula acabou e o José ganhou uns créditos, fora as equivalências.

4 comentários :

  1. Apesar de ser uma anedota não deixa por isso de ter alguma conotação com a realidade.
    Gasta-se o dinheiro em estudos e comissões e no fim está o buraco cada vez maior. Não haverá vaselina suficiente para remediar os estragos...

    ResponderEliminar
  2. http://economia.publico.pt/Noticia/estado-concedeu-beneficios-fiscais-de-mais-de-cinco-milhoes-a-37-empresas--1564962

    Que actividades desenvolvem estas empresas, onde, para terem direito a estes benefícios?

    Quem são os seus accionistas?

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Só Deus, sabe o que leva os pseudo gestores / políticos de Portugal a conceder benefícios fiscais dessa envergadura, num país à beira da bancarrota.

      Eliminar
  3. BASTAVA O POVO SABER COMO SE VOTA CONTRA OS PARTIDOS CORRUPTOS E PORTUGAL SERIA LIMPO DA CORRUPÇÃO. VOTEM EM PARTIDOS SEM ASSENTO PARLAMENTAR SÓ ISSO TEM VALOR E PUNE OS PARTIDOS CORRUPTOS. Nos paises menos corruptos do mundo a democracia funciona porque as pessoas sabem votar e usam o voto, 90% votam... aqui só temos eleitores ignorantes por isso quem não funciona são os eleitores e não a democracia.
    A abstenção afinal obtém um resultado contrário, ao que pretendem os abstencionistas
    Por isso, o que me chateia na vossa abstenção é a falta de colaboração num trabalho importante. Não é uma questão de direitos ou deveres cívicos em abstracto. O problema é concreto. Temos uma tarefa difícil, da qual depende o nosso futuro, e vocês ficam encostados sem fazer nada.
    Isto tem consequências graves para a democracia. Quando a maioria não quer saber das propostas dos partidos, está-se nas tintas para o desempenho dos candidatos e nem se importa se cumprem os programas ou não, o melhor que os partidos podem fazer para conquistar votos é dar espectáculo. Insultarem-se para aparecerem mais tempo na televisão mentirem para agradar. Vocês dizem que se abstêm porque a política é uma palhaçada mas a política é uma palhaçada porque vocês não votam. Vocês não exercem o vosso dever de votar contra quem faz mal ao país. O vosso de dever e direito de punir os que lesam o país nas urnas.
    A culpa é vossa porque não é preciso muita gente votar em palhaços para os palhaços ganharem. Basta que a maioria não vote.. Basta abanar o pano da cor certa e, se mais ninguém vota, eles ficam na maioria. Mas se vocês colaborassem e se dessem ao trabalho de avaliar as propostas, julgar e punir os partidos que há 40 anos destroem o teu país, se os responsabilizassem pelas promessas que fazem e votassem contra os que mentiram, deixava de haver palhaços, interesseiros e imbecis na política.
    MAIS ARTIGOS SOBRE CIDADANIA E EDUCAÇÃO CIVICA, NESTE LINK, APRENDA A VIVER EM DEMOCRACIA SE QUER QUE ELA FUNCIONE::.. INFORME-SE VEJA ESTE LINK
    http://apodrecetuga.blogspot.pt/2015/10/percebam-que-abstencao-afinal-obtem-um.html#.WM_ogfmLTIU

    ResponderEliminar